Posts de março de 2016

A celebração da Páscoa no meu lar

Em 28.03.2016   Arquivado em Mundo Mãe

Para cada família, a Páscoa tem um sentido e um jeito de celebrar. Esse ano, aqui em casa, ela teve um gostinho mais especial, pois na parte da manhã fomos buscar meu marido Thiago, pai do Pedrinho, que estava viajando a trabalho há 15 dias.

Mas como celebramos a Páscoa aqui em casa?

Sou de família cristã e lá em casa nunca foi alimentado a questão do coelhinho na Páscoa, Papai Noel no Natal, entre outros, mas também minha infância teve muita alegria, humor e verdade. Sempre soubemos que isso era algo lúdico, algo mais comercial mesmo, pois sempre foi falado a mim e aos meus irmãos o verdadeiro sentido de cada data. E hoje eu amo saber que fui criada assim! ♥ rs

Meu esposo também é evangélico e desde quando sonhávamos com a gravidez já falávamos nesses pontos e sempre concordávamos com o tipo de criação que Pedro teria, e tem hoje.

Pedrinho ganhou ovos de chocolate da vovó Nelly e vovô Carlos e amou os brinquedos que vieram neles (e os papais os chocolates rs), ganhou também uma linda camiseta de super-herói da vovó Eusa que substituiu o chocolate que ele ainda não come. rs Ele também veio fantasiado de coelhinho da escola junto com o ovo que ganhou de lá, tudo muito comum como outra criança qualquer. E o que fizemos de diferente?

Falamos para ele que Cristo morreu na cruz por nós. Morreu para que nós pudéssemos viver e ter vida em abundância (João 10:10). E contamos que no terceiro dia Ele ressuscitou! Ele vivo está e Ele é a nossa esperança para esse mundo que está um caos. (Lucas 24:5-6) Acredite, ele ficou prestando muita atenção como presta em todas as historinhas que contamos, mas fiz questão de frisar que essa aconteceu de verdade e por todos nós! † ♥

Pedro com seus ovos de pascoapedro abrindo os ovos de pascoa

 

 

 

 

 

 

 

pedro de coelhinho da pascoaQue a Páscoa tenha um sentido verdadeiro pra você e sua família! O lado comercial é muito apelativo não só nessa data, como em todas as outras, e temos que tomar cuidado para que o verdadeiro sentido dessas datas não seja apenas pelo impulso de compras, mas de trazer a memória o real motivo para a celebração dela.

Mais sobre a Páscoa em diversas versões

Tenho uma novidade e gostaria de dividir com vocês, pois precisamos compartilhar coisas boas! rs

Estou fazendo parte de um grupo chamado MPB – Mães e Pais Blogueiros e juntos traremos várias coisas bacanas! (Aguardem!) E, como início desta parceria, todos nós escrevemos uma matéria sobre a Páscoa, cada um com a sua visão sobre o tema, e deixo aqui embaixo os blogs relacionados para que vocês possam conferir e conhecer mais blogs sobre esse incrível mundo da maternidade/paternidade!

Mamãe Sacchi

Manual de Uma Mãe

Maternidade Sem Frescura

♥  Lancheira do João

As Passeadeiras

Mãe de Guri e Guria

Espaço das Mamães

Vamos Mamães

Mamãe do Pedro Augusto

Pai de cinco

Da fertilidade a Maternidade

Minha Mãe Não É Daqui

Mamãe Robô

Mundo Mãe

Espero que gostem! 🙂

Um beijo e ótima semana!!!! 

 

Timokids faz 2 e você e seu filho é quem ganham o presente!

Em 23.03.2016   Arquivado em Mundo Mãe

Oi gente!!! Tudo bem?

Vocês conhecem a Timokids? Procurando uns app educativos para o Pedro no início do ano, meu marido encontrou o Timokids e foi aprovado aqui em casa por nós e pelo Pepê! Venho compartilhar com vocês agora um pouco mais desse aplicativo, aproveitando que eles estão completando 2 anos, mas nós é que ganhamos o presente. Confira:

A Timokids, é uma plataforma voltada para crianças de até 12 anos de idade com jogos e histórias socioeducativas em 3D, narradas e legendadas em diferentes idiomas. 

“Como qualquer mãe, me preocupo bastante com a educação de minhas filhas. Percebi que as crianças de hoje têm um intenso contato com a tecnologia, mas nem sempre os produtos voltados a elas passam uma mensagem construtiva. Foi dessa necessidade que nasceu a Timokids”, explica Fabiany.

 O presente

Para comemorar os dois anos de vida, o aplicativo está oferecendo 50% de desconto em todo o conteúdo dentro da plataforma e você pode baixá-lo gratuitamente!
Baixe e teste!!! Certeza que você e a criançada vão amar! 

Eu, particularmente, amei as histórias que possuem temas como “Beleza nas diferenças”, “Pequenos atos, grandes resultados”, “Como é na sua casa?” o que é um grande diferencial (e nosso aliado) para os nossos pequenos. Nos jogos tem “Jogo da memória” e “Jogo da velha”, ótimo para o raciocínio, né? 🙂

Ah, ele é compatível para Android, IoS ou Windows Phone.

Ícone Timokids e o app aberto no iPad

Ícone Timokids e o app aberto no iPad

A criadora

Mãe de gêmeas e apaixonada por empreendedorismo, Fabiany Lima, enxergou a possibilidade de produzir um conteúdo educativo para suas filhas e a Timokids já chegou a 180 países impactando a vida de milhares de crianças.

Fabiany participou em posições de liderança em 3 startups até fundar a sua e, hoje ajuda diversas startups early stage através de mentorias e palestras. 

Legal, né? Amo empresas que são aliadas a família e oferecem serviços e produtos de qualidade aos nossos pequenos! Parabéns, Timokids! ♥

Beijos e até mais!!!

A vida mental e emocional dos bebês de até 1 ano de vida

Em 10.03.2016   Arquivado em Mundo Mãe

Olá, mamães e futuras mamães!! Tudo bem?
Hoje teremos um artigo especial no blog sobre a vida mental e emocional dos bebês até 1 ano de vida. Quem escreveu foi um colega meu dos tempos do colégio e que hoje é psicanalista, André Schüller! Achei super interessante e gostaria muito de compartilhar com vocês!

bebe no ventre dormindo

“Geralmente pouco se sabe a respeito da vida mental e emocional dos bebês. Especialmente daqueles que tem entre 0 e 1 ano de vida.

Para os psicanalistas, porém, esse assunto precisou ser debatido na Europa do século passado graças, muito, a Freud e aos psicanalistas que vieram depois dele.

No meio dessa geração nova de pensadores havia uma vienense chamada Melanie Klein (1882-1960) cuja inovação teórica consistiu basicamente em compreender de um jeito diferente o complexo jogo de interação que até então se sabia existir entre os bebês e o mundo (a realidade). Fazendo isso ela criou algumas hipóteses importantes para a psicanálise de crianças das quais poderíamos destacar aqui duas rapidamente:

Primeiro: o que seria uma parte da mente dos bebês responsável por interpretar a realidade desde o primeiro dia de vida. Isso mesmo! Essa parte, ainda muito rudimentar e “corporal”, seria a que os psicanalistas convencionaram chamar de “eu” – apesar que alguns a conhecem por “ego”, mas há um equívoco no uso dessa expressão. O eu seria diferente da parte “inconsciente” da mente e ajudaria basicamente no processo de formação do mundo interno da criança e na maneira como ela poderia perceber mais adiante a realidade.

Segunda novidade: seria principalmente por meio das fantasias que o mundo ganharia sentido lembrando que no começo da vida, isto é, particularmente entre o 1º e o 3º mês, os bebês só poderiam enxergar o mundo como sendo algo caótico; caótico e bizarro. Por isso amedrontador e confuso em maior grau.

Dessa forma as fantasias produzidas nesse meio-tempo também só poderiam ser bizarras caso pudéssemos vê-las e seguiriam o curso de um mundo que aos poucos ganharia duas grandes características: o de ser extremamente bom por um lado (após a mamada, por exemplo) e o de ser extremamente mal, ruim e mortífero por outro (em virtude da fome, do frio ou de uma simples cólica ou estado gripal).

A propósito desse cenário ambíguo Klein supôs os bebês vivenciarem o que seria uma “posição esquizoparanoide” até o final do terceiro mês mais ou menos, fase essa composta, entre outras coisas, pela necessidade do bebê afastar de si tudo aquilo que poderia ser ruim ou mortífero por um lado, para preservar, de outro, o máximo do que fosse capaz de garantir sensações revigorantes e prazerosas.

O papel dos pais e da mãe em particular nesse momento vai ser fundamental, especialmente para gerar na criança duas coisas sem as quais ela não vai poder viver bem essa fase e também as outras subsequentes: o amor e a paciência.

O amor, nesse estado de caos, se for introjetado pelo eu da criança fará despertar nela o que seria um senso de confiança independentemente do sinal de perigo iminente. E a paciência – que dependerá da confiança e do amor já introjetados – também auxiliará no papel de acalmar a produção de sensações de morte e de fantasias bizarras na mente do bebê.

Após o quarto mês de vida se tudo correr minimamente bem, o processo vivido pela criança será não mais o de compreender o mundo apenas como sendo formado por dois polos, mas cada vez mais o de diminuir as diferenças entre um extremo e outro.

Ou seja, supondo uma criança que se desenvolva razoavelmente bem é certo que com o apoio dos pais e do seu meio ela perceba aos poucos o mundo sendo composto não por polarizações, mas coisas que, em si mesmas, carregarão tanto o bem como o mal. E se isso acontecer ela não precisará mais temer – nem acreditar – somente no bem e ter que excluir a todo custo o mal por uma questão de sobrevivência.”

Não falei que era interessante? 🙂 Apoio, amor e o cuidado dos pais e cuidadores faz toda diferença na vida de um bebê! 

Um beijo e até mais!

André Schüller é psicanalista e coordenador da Liga de Psicanálise de Jundiaí (getepp@gmail.com).

Rua General Carneiro, 229, sala 1, Vila Arens, Jundiaí/SP.

Telefone: (11)2434-0764.

Nação Verde chega em Jundiaí

Em 09.03.2016   Arquivado em Alimentação

Uma nova opção de alimentos saudáveis chega na cidade de Jundiaí! E não são apenas alimentos saudáveis que a Nação Verde oferece, mas também cosmético natural, maquiagem orgânica, massa muscular e suplementos são alguns itens que também estão a disposição do consumidor que busca opções naturais e saudáveis para adquirir mais qualidade de vida.

A nova unidade de Jundiaí fica no coração da cidade, dentro no Complexo Gastronômico Beco Fino, que concentra os bares e restaurantes mais badalados da cidade. A responsável pela abertura da unidade na cidade é a empreendedora Ana Maria Bispo (formada em matemática pela UNIBAN). “Sou filha de portugueses e cresci vendo a minha família inteira no ramo alimentício. Já tive outro negócio próprio, mas não estava satisfeita profissionalmente. Acredito que a Nação Verde tem tudo a ver com meu estilo de vida”, explica.

Destinado a pessoas que buscam ter uma alimentação saudável e uma vida equilibrada, o ambiente da Nação Verde proporciona uma experiência agradável e acolhedora. Na construção são utilizados pisos e madeiras recicláveis. Nas paredes, murais com dicas de saúde, beleza e bem-estar. Uma lanchonete serve alimentos naturais, cafés orgânicos selecionados e não usará sachês descartáveis, guardanapos de papel e copos descartáveis. O objetivo é produzir 50% menos de lixo que outras empresas do ramo.

Nas prateleiras os consumidores encontrarão grande variedade de produtos naturais, funcionais, orgânicos, diet, light, sem glúten, sem lactose, além de diversos tipos de chás, suplementos, alimentos a granel, cosméticos, maquiagens orgânicas e produtos de limpeza.  Destes, 170 são de fabricação própria, produzidos com matéria-prima vinda de comunidades ribeirinhas da Amazônia. Os demais são feitos por companhias parceiras, que respeitam o meio ambiente. Um dos diferenciais da empresa é a preocupação com a sustentabilidade de toda cadeia produtiva e com a qualidade de vida do consumidor, do empreendedor e de seus funcionários.

Ah, e se você como eu é mãe e está pensando se o lugar é apropriado para levar carrinho de bebê, bebê conforto entre outros, fica tranquila, pois a proprietária Ana Maria nos assegurou que  no corredor da loja passa um carrinho de gêmeos! rs Bom né? Assim podemos ir às compras e tomar um café gostoso com nossos pequenos! ♥

Confira um pouquinho da loja Nação Verde:

Entrada Nação Verde

Entrada

1 - Untitled design (1)

Um bom lugar para tomar aquele cafezinho

2 - Untitled design

Produtos a granel para a quantidade adequada para você e sua família

3 - Untitled design (2)

Produtos saudáveis para toda a família

6 - Untitled design (5)

Mais um pouco da loja

4 - Untitled design (3)

a opção que faltava em Jundiaí

 

Gostou? Eu estou ansiosa para conhecer! 🙂 Confira o endereço:

Loja Nação Verde Jundiaí

Inauguração: Hoje, 9 de março.

Endereço: Rua do Retiro, 510 – Vitrines do Beco – Vila Virgínia – Jundiaí – SP

Telefone: (11) 3963-8124

Horário de atendimento: de segunda a sexta, das 9h às 19h, e sábado, das 9h às 13h.

_______________________________________________________________

Compartilhe aqui conosco a sua experiência na Nação Verde!

Beijos e até mais! 

Página 1 de 212